"Ontem chorei, vi nos olhos de uma criança, um olhar sem amanhã."

* Mostrar a realidade

A minha intenção ao colocar estas postagens é de mostrar todos os problemas que envolvem as crianças abandonadas.
Tanto os problemas relacionados ao abandono, como também os traumas, as mentiras, os preconceitos. O que envolve os pais que abandonam, os pais que adotam e os filhos adotivos.
Quando se toma uma decisão de adotar é uma responsabilidade muito grande,pois se trata de um ser humano, e as marcas e recordações ficaram pra vida toda.

Pesquisar este blog

Loading...

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Adoção: frustração das crianças que são devolvidas aos abrigos

Davi foi devolvido cinco vezes antes de encontrar uma família definitiva

26/06/2012 às 11h11



O caminho da adoção: frustração das crianças que são devolvidas aos abrigos (Foto: Encontro / TV Globo)No 'Encontro' você viu o que leva uma pessoa a adotar uma criança. Dessa vez, o programa mostrou como é a situação dos filhos adotivos que são rejeitados e devolvidos aos abrigos.

A repórter Lília Teles se lembrou de uma reportagem que fez para o Globo Repórter, com o adolescente Davi Arias sobre adoção tardia. “Ele tinha sido devolvido cinco vezes. Nenhuma família teve condições financeiras de assumir a adoção definitiva. Eu lembro que ele chorava tanto durante a reportagem”, contou Lília.

No palco do programa, Fátima conversou com o adolescente e a mãe adotiva, Isabel Arias. Para Davi, ela representa o fim do período de incertezas que viveu. “A primeira coisa que eu pensava era no que eu tinha feito de errado. Eu me sentia rejeitado. Hoje, eu lido melhor com a rejeição”, disse Davi. A mãe adotiva conta que foi difícil o período de adaptação. Foi preciso muito amor para provar que ela não iria devolvê-lo.

Mas não foi só o Davi que passou por essa situação frustrante de rejeição, muitas crianças e adolescentes enfrentaram problemas semelhantes. Lília Teles visitou um abrigo em Nova Iguaçu, na baixada fluminense, e conversou com crianças que foram adotadas e depois devolvidas.






Nenhum comentário:

Postar um comentário