"Ontem chorei, vi nos olhos de uma criança, um olhar sem amanhã."

* Mostrar a realidade

A minha intenção ao colocar estas postagens é de mostrar todos os problemas que envolvem as crianças abandonadas.
Tanto os problemas relacionados ao abandono, como também os traumas, as mentiras, os preconceitos. O que envolve os pais que abandonam, os pais que adotam e os filhos adotivos.
Quando se toma uma decisão de adotar é uma responsabilidade muito grande,pois se trata de um ser humano, e as marcas e recordações ficaram pra vida toda.

Pesquisar este blog

Loading...

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Presa a Mulher que Raptou bebê em Camboriú



Na manhã de quarta feira (01) de fevereiro, policiais da DIC de Balneário Camboriú localizaram a mulher acusada de raptar uma criança no dia 24 de novembro em Camboriú. Ela foi presa em casa, na Cidade de Navegantes e estava com o bebê. A criança foi trazida e entregue ao Conselho Tutelar de Camboriú.

A mulher não quis dar muitas declarações, mas, assumiu ter raptado a criança. Na casa estava também seu marido que foi encaminhado a delegacia para saber qual é a participação dele no rapto.

O pequeno Lucas Serpa, de apenas dois meses, foi encontrado vivo e saudável em uma casa de Navegantes. A promotora de vendas Sirley de Fátima Machado, 44 anos, foi presa ontem e assumiu ter levado o bebê ainda recém-nascido dos braços da mãe, Suriel Silva Serpa, 37, em 24 de novembro. Uma operação policial,foi montada pelos tiras da divisão de Investigações Criminais (DIC) do Balneário Camboriú pra resgatar a criança e prender a sequestradora.

Ontem de manhã, os tiras bateram na casa 130 da rua Malvina Sacavem Couto, no centro de Navega. Lá encontraram o pequeno Lucas. Na casa estavam ainda Sirley e o marido, que é vigia noturno e não teve o nome divulgado pela polícia. “Ela admitiu o crime e que estava com a criança”, disse o delegado Osnei Valdir.

O pequenino foi encontrado no quarto do casal num berço limpinho e confortável. Na casa tinha ainda um quartinho preparado para o menino, enfeitado e cheio de brinquedos.

Relembre o caso: Na quinta feira, dia 24 de novembro, a senhora Suriel estava em casa com seu bebê Lucas de três dias de vida quando uma senhora de aproximadamente 40 anos chegou em sua casa. Ela disse ser conselheira Tutelar e levou a mãe, a tia e a criança até o posto de saúde e posteriormente ao Hospital. Foi neste momento, que segundo Suriel, a senhora conseguiu raptar o bebê e fugir em um veículo branco, provavelmente Fiesta Sedan, quatro portas.















Nenhum comentário:

Postar um comentário