"Ontem chorei, vi nos olhos de uma criança, um olhar sem amanhã."

* Mostrar a realidade

A minha intenção ao colocar estas postagens é de mostrar todos os problemas que envolvem as crianças abandonadas.
Tanto os problemas relacionados ao abandono, como também os traumas, as mentiras, os preconceitos. O que envolve os pais que abandonam, os pais que adotam e os filhos adotivos.
Quando se toma uma decisão de adotar é uma responsabilidade muito grande,pois se trata de um ser humano, e as marcas e recordações ficaram pra vida toda.

Pesquisar este blog

Loading...

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

recém-nascido rejeitado pela mãe e jogado no quintal de um vizinho no domingo.

27 de dezembro...
Membros do Conselho Tutelar de Belém filmaram o resgate de um recém-nascido rejeitado pela mãe e jogado no quintal de um vizinho no domingo.
Apesar da queda de dois metros de altura, o bebê sobreviveu dentro de um saco plástico. Ele passou as primeiras horas de vida abandonado e foi atendido na manhã de natal por uma equipe do Samu.
A mãe da criança, que mora na casa ao lado, confessou à polícia que jogou o bebê pelo muro. Linaura Nascimento dos Santos tem 20 anos e se diz arrependida. Ela conta que tinha medo de que a família soubesse da gravidez.
A mãe da criança vai passar por exames psicológicos. O recém-nascido foi encaminhado a um hospital com ferimentos leves e segue internado em observação. Segundo o Conselho Tutelar, o bebê sobreviveu por um milagre.

2 comentários:

  1. Putz, o pessola é muito sem noção, para fazer uma corvadia desta...

    Fique com Deus, menina Solange.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. tem mae que tem um don de ser mae, mais nao valoriza essa bencao que deus ha ela, e eu sofrendo e quase entrando em depressao querendo adotar uma menina rescem nascida pra dar tudo de mim, e nao encontro nem um bebezinho jogado na rua pra que eu possa levar pra casa e dar muito carinho, amor, educacao e tudo que uma mae possa oferecer a um bebe,mais eu nao tenho essa sorte de passar numa rua e dar cara num bebezinho abandonado,e se um dia isso acontecer, eu nao entrego pra ninguem porque foi eu qui achei ele, porque o achado nao e roubado, e isso que eu desejo, penso e pesso pra deus todos os dias.

    ResponderExcluir