"Ontem chorei, vi nos olhos de uma criança, um olhar sem amanhã."

* Mostrar a realidade

A minha intenção ao colocar estas postagens é de mostrar todos os problemas que envolvem as crianças abandonadas.
Tanto os problemas relacionados ao abandono, como também os traumas, as mentiras, os preconceitos. O que envolve os pais que abandonam, os pais que adotam e os filhos adotivos.
Quando se toma uma decisão de adotar é uma responsabilidade muito grande,pois se trata de um ser humano, e as marcas e recordações ficaram pra vida toda.

Pesquisar este blog

Loading...

quinta-feira, 3 de março de 2011

Menina LAVINIA de 6 anos é morta por amante do pai no Rio

 



Jornal Nacional
De acordo com a polícia, Luciene sequestrou e matou Lavínia porque queria R$ 2 mil que o pai da garota disse que tinha para comprar um carro
Corpo da criança foi encontrado na manhã desta quarta-feira
Uma menina de 6 anos foi encontrada morta, nesta quarta-feira (2), na região da Baixada, no estado do Rio, três dias depois de ter sido levada de casa. A amante do pai dela confessou o crime.
Lavínia desapareceu de dentro de casa na madrugada de segunda-feira (28). Não havia marcas de arrombamento. A polícia investigou a família e começou a suspeitar da amante do pai da menina. Luciene Reis chegou a prestar depoimento, negou que tivesse sequestrado a criança e foi liberada.
O mistério sobre o desaparecimento terminou hoje, em um hotel próximo à rodoviária de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. A criança foi encontrada morta embaixo da cama, estrangulada com o cadarço do tênis.
A cena impressionou o delegado. “As atendentes do hotel chegaram hoje de manhã, viram a imagem dela na TV e reconheceram como a pessoa que chegou com uma garotinha no hotel”,
A polícia também conseguiu imagens de mulher com Lavínia dentro de um ônibus na madrugada de segunda-feira (28)...
De acordo com o delegado, Luciene sequestrou e matou Lavínia porque queria R$ 2 mil que o amante, pai da garota, disse que tinha para comprar um carro. Para confirmar a suspeita, a polícia fez o pai oferecer os R$ 2 mil para que ela libertasse a criança. Luciene topou, afirmando que sabia quem estava com a garota.
Depois que o corpo foi encontrado, três funcionários do hotel reconheceram Luciene, afirmando que a viram com a garota. Um deles contou que a mulher ficou no hotel por apenas 20 minutos. Na saída, sem ter dinheiro para pagar a conta, ela teria se oferecido para limpar quartos.
“Isso me dói. Isso tem me doído, entristecido. Ver uma maldade tão grande, uma pessoa que tem a capacidade de pegar um cadarço de sapato e estrangular a minha menina”, lamenta o padrinho Rogério de Oliveira



Até quando meu Deus, nossas crianças seram alvo de ódio e vingança????

Que Deus a tenha!!!!!

2 comentários:

  1. Um crime barbaro, isto sim...

    Fique com Deus, menina Solange.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. a dor daperda e muito ruim mais lembre-se no ceu ensite um deus que tem tanto pude que movi motanha deus seja lovado

    ResponderExcluir