"Ontem chorei, vi nos olhos de uma criança, um olhar sem amanhã."

* Mostrar a realidade

A minha intenção ao colocar estas postagens é de mostrar todos os problemas que envolvem as crianças abandonadas.
Tanto os problemas relacionados ao abandono, como também os traumas, as mentiras, os preconceitos. O que envolve os pais que abandonam, os pais que adotam e os filhos adotivos.
Quando se toma uma decisão de adotar é uma responsabilidade muito grande,pois se trata de um ser humano, e as marcas e recordações ficaram pra vida toda.

Pesquisar este blog

Loading...

sexta-feira, 2 de março de 2012

SP: bebê de 2 meses abandonado em supermercado passa bem


Uma menina de aproximadamente 2 meses de idade foi abandonada na noite de terça-feira em um supermercado na zona norte de São Paulo. Ela foi encontrada em um carrinho de compras por funcionários do local. O bebê foi levado para o Hospital Cachoeirinha, de acordo com a Futura Press, onde recebeu atendimento médico e está em boas condições de saúde.

Ela permanecerá em observação e quando sair do hospital deve ficar sob os cuidados do Conselho Tutelar.

Suspeita de abandonar bebê em supermercado é detidaA polícia civil prendeu nesta quinta-feira, 1, uma mulher suspeita de abandonar um bebê dentro de um carrinho de supermercado, na zona norte de São Paulo, na noite da terça-feira (28).


Vídeo mostra mulher deixando bebê em carrinho de supermercado
Boliviana está presa; criança deixou hospital na manhã desta quinta-feira

Imagens do supermercado mostram quando a mãe do bebê de dois meses abandonado no local na terça-feira (28) entrou com a criança no suporte do carrinho de compras. A adolescente de 15 anos foi detida pela Polícia Civil nesta quinta-feira (1º).

Pelo vídeo do circuito interno de segurança, é possível ver a garota vagar pelos corredores durante meia hora, até que abandona a filha. Como a criança tinha traços bolivianos, a polícia investigou na comunidade e descobriu que a mãe veio da Bolívia grávida.

A adolescente chegou ao Brasil em julho do ano passado. Ela veio morar nessa casa com a irmã e o cunhado para tomar conta de uma sobrinha. Ela foi morar na zona norte da capital, em uma região onde vivem muitos bolivianos.

De acordo com o advogado da família da adolescente, a irmã e o cunhado dela estão com a documentação correta.

Ainda nesta quinta-feira, a menina foi liberada do Hospital Geral da Vila Nova Cachoeirinha. Ela passou por exames e não foi constatado nenhum problema. Dois conselheiros tutelares acompanharam a liberação e a levaram para um abrigo.



Nenhum comentário:

Postar um comentário