"Ontem chorei, vi nos olhos de uma criança, um olhar sem amanhã."

* Mostrar a realidade

A minha intenção ao colocar estas postagens é de mostrar todos os problemas que envolvem as crianças abandonadas.
Tanto os problemas relacionados ao abandono, como também os traumas, as mentiras, os preconceitos. O que envolve os pais que abandonam, os pais que adotam e os filhos adotivos.
Quando se toma uma decisão de adotar é uma responsabilidade muito grande,pois se trata de um ser humano, e as marcas e recordações ficaram pra vida toda.

Pesquisar este blog

Loading...

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Menino de nove anos tem língua queimada

Rio e cidades .publicado em 14/09/2010 às 20h49:



...Um menino de nove anos teve a língua, as costas e as mãos queimadas com um ferro de passar roupa na noite da última segunda-feira (13), na localidade de Valparaíso, em Serra, no Espírito Santo.


O garoto acusa o pai pelas agressões. Ele disse que foi castigado após ter dado palmito para um vizinho.




- Meu pai passou ferro em mim porque eu tinha dado palmito para os outros




A criança está sob a guarda do pai desde a morte da mãe. O caso de tortura foi revelado depois de o Conselho Tutelar da Serra receber uma denúncia e ir até a casa do menor agredido.




- A denúncia era de espancamento contra essa criança supostamente pelo pai. Quando nós chegamos ao local constatamos que a criança havia sofrido tortura e maus tratos - disse a conselheira Márcia Moura.




O menino não tem documentos e disse que sofre agressões há dois meses. Segundo a criança, o pai também já teria o queimado com uma moeda em brasa. Ao ser intimado a comparecer na delegacia, o pai disse que não fez nada demais.




O acusado responderá pelo crime de tortura e maus tratos, podendo pegar de dois a oito anos de prisão. De acordo com a conselheira tutelar, esse tipo de caso acontece com frequência e a denúncia da população é importante.

2 comentários:

  1. Como assim bater no próprio filho não é algo demais?!

    Fique com Deus, menina Solange.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. Meu Deus, estou chorando compulsivamente.Até quando pais e mães que deveriam amar , cuidar , proteger, vão continuar fazendo barbaridades com essas pessoinhas indefesas?
    Porque tanta raiva? Porque tanta crueldade?

    ResponderExcluir